Blog do Thales Castro | Página 5
Blog do Thales Castro - Thales Castro

Na pandemia, 1ª cozinha quilombola do Brasil serve refeições gratuitas e estimula a agricultura familiar

– Restaurante Popular de Marudá (Foto: Nael Reis)

Entre as sete comunidades quilombolas remanejadas em 1988 para a construção do Centro de Lançamento de Alcântara, um restaurante popular serve 200 refeições gratuitas todos os dias. A Cozinha Comunitária Quilombola de Marudá, inaugurada em 2017 e mantida pelo Governo do Maranhão, não parou mesmo com a pandemia e, para evitar aglomerações, encontrou uma solução: entregar quentinhas.

 

“Algum membro da família vem buscar a comida e leva pra casa. Nós orientamos que eles utilizem máscaras, evitem aglomerações e mantenham o distanciamento caso houver fila”, explica Deborah Helena, nutricionista do primeiro restaurante popular do Brasil voltado para quilombolas. Ela conta que o local, além de servir refeições gratuitas, desenvolve diversas atividades e cumpre um papel social nas comunidades.

 

“Essa cozinha é estrategicamente localizada em Marudá. Agora são 200 pessoas com ao menos uma refeição por dia garantida. E não é só isso, nós oferecemos capacitações que estimulam geração de renda, fazemos avaliação nutricional, reeducação alimentar”, diz.

 

Deborah cita como exemplo a oficina de panificação. Antigamente os moradores das agrovilas de Marudá, Cajueiro, Espera, Pepital, Peru, Ponta Seca e Só Assim precisavam se deslocar até a sede de Alcântara para comprar pães. Agora, como resultado das oficinas, eles produzem e comercializam o produto entre si.

 

Agricultura familiar

 

Nascido e criado em Marudá, Sidinaldo Bob Azevedo tem 37 anos e trabalha na Cozinha como fiscal administrativo. Ele explica que o local possui uma regra justamente para movimentar a economia local: a de que 30% do que é gasto para preparar as refeições deve ser comprado exclusivamente da agricultura familiar.

 

“A Cozinha chegou em Marudá para abranger as sete comunidades e foi uma benção, uma dádiva de Deus. Nós vivemos em quilombos, somos quilombolas, e aqui não temos nenhuma oportunidade de emprego. Então, a Cozinha veio com um ponto chave pra mudar tudo isso”, conta.

 

Bob Azevedo explica ainda que as comunidades viviam da pesca e, com o remanejamento, ficaram distantes dos rios e do mar, levando mais de 5 horas para chegar caminhando em algum desses locais.

 

“33 anos atrás nós fomos realocados, o processo de adaptação foi muito difícil, e a Cozinha nos ajudou com isso. A pesca, que era nossa segurança alimentar, se tornou muito distante. Agora, quase 30 anos depois, o Governo do Maranhão colocou essa benção aqui em Marudá, que é a Cozinha Quilombola, abrangendo as sete comunidades remanejadas pelo Centro”, diz.

– Restaurante Popular de Marudá (Foto: Nael Reis)

 

Reeducação alimentar

 

Segundo Elma Alves Lemos, 42 anos, liderança da comunidade Pepital, muitos quilombolas não sabiam o que era educação alimentar, e agora, o significado está na ponta da língua de todos.

 

“Antes a gente sentava-se à mesa, achava que era só comer e pronto. E não é isso, é saber o que você está comendo, o que é proteína, carboidrato, vitamina, pro nosso bem-estar, pra nossa saúde, e a cozinha trouxe tudo isso. Os nutricionistas chegaram a visitar pessoas em suas casas, conversaram com diabéticos, mediram glicemia, fizeram um acompanhamento individual, e pra gente isso é de extrema importância”, diz.

 

Mãe solo de três crianças, a quilombola destaca ainda o papel social da Cozinha. “O espaço se transformou num lugar onde você conhece amigos, revê pessoas que você só encontraria em alguma ocasião especial. Antes da pandemia, quando a gente se reunia lá na Cozinha, a gente podia estar sentado frente a frente, rever amigos, o que é muito legal. Então, isso é uma conjunção familiar entre toda nossa comunidade”, afirma.

Osmar Filho na linha de frente contra a Covid-19

Presidente da Câmara Municipal de São Luís lidera ações não apenas na capital maranhense, mas em diversos municípios do interior

 

O presidente da Câmara Municipal, vereador Osmar Filho (PDT), participou efetivamente da reunião política no senado Federal, semana passada, em que seu grupo político definiu ações de enfrentamento à Covid-19 no Maranhão.

 

Desde então, o parlamentar iniciou uma série de ações em, São Luís e no interior, ao lado de importantes lideranças políticas do estado.

 

Desde que reassumiu o comando da Câmara Municipal, Osmar Filho tem se destacado como liderança estadual, sempre à frente de ações importantes do ponto de vista do estado.

 

Na semana passada, ao lado dos enador Weverton Rocha (PDT) e de outras lideranças políticas, ele distribuiu cestas básicas em diversas comunidades da capital maranhense e atuou também no interior, numa articulação de ações em favor dos municípios.

 

“Quando a união e o bem coletivo se tornam o princípio maior em favor da vida, cumprimos o nosso propósito enquanto seres humanos”,  afirma o parlamentar.

 

Na linha de frente das ações de enfrentamento à Covid-19, Osmar Filho tem se destacado com proposições importantes na Câmara Municipal e também como líder político estadual.

 

“Estive em uma importante reunião com líderes políticos do nosso estado, em Brasília. Discutimos sobre a aquisição de mais vacinas, ações de enfrentamento à Covid-19 e formas de amenizar o impacto da pandemia em todo o nosso Maranhão”, disse Osmar Filho.

 

Novas ações serão anunciadas nos próximos dias pelo vereador do PDT.

Presidente da Famem promove distribuição de cestas básicas para famílias da região da Cidade Olímpica

O presidente da Famem e prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier, acompanhou o senador Weverton na distribuição de 200 cestas básicas às famílias moradoras do residencial José Reinaldo Tavares, na região da Cidade Olímpica. No total, foram distribuídas 620 cestas para comunidades em São Luís em parceria com a iniciativa privada.

 

A ação foi acompanhada pelo senador Weverton, presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), deputado federal Pedro Lucas, o líder comunitário Batalha, o vereador Raimundo Penha entre outros.

 

No ano passado, o senador Weverton mobilizou a classe empresarial por meio da Federação das Indústrias do Estado do Maranhão, Fiema, e conseguiu distribuir 15 mil cestas básicas para dar assistência às famílias desabrigadas pelas enchentes que atingiram municípios maranhenses. As enchentes coincidiram com a primeira onda da Covid-19 no país.

 

“O Brasil, a como o mundo inteiro, vive uma pandemia que tem feito milhares de vítimas. No Maranhão não é diferente, contribuiu para agravar ainda mais a crise econômica, com mais desemprego e dificultando as pessoas a trazer o pão de cada dia para suas mesas. Somente quem tem fome sabe o que é isso. É preciso que haja uma mobilização de todos, distribuindo cestas básicas como estão fazendo aqui, ajudando nos equipamentos de proteção, como máscaras e álcool em gel e políticas públicas que estamos trabalhando”, disse Weverton.

 

O senador foi o relator da Lei de Calamidade Pública que viabilizou o auxílio emergencial de R$ 600  para todo país. No momento ele se empenha para que o governo adquira mais vacinas para dar cobertura à toda população do Maranhão e de todo país.

 

Por iniciativa do senador, Balsas acaba de receber um aporte de R$ 1 milhão que será empregado na assistência à saúde da população do município da região sul do estado. No total, mais de R$ 10 milhões em emendas parlamentares de autoria do senador Weverton estão sendo alocados para investimento em saúde nos municípios maranhenses.

 

O empresário Neto Mistral foi autor da doação das cestas. Ele destacou a participação dão grupo político realçando a participação do senador. “Primeira vez que um senador vem a uma comunidade humilde. Antes não se via isso no Maranhão.  Veio aqui trazer um pouco de acalanto. Aqui é uma região muito pobre e muitos estão impedidos de trabalhar”, comentou o empresário do restaurante Bistrô Quintalão.

 

A dona Tereza Santos recebeu simbolicamente a primeira cesta. O material será distribuído de casa em casa como maneira de garantir o protocolo de segurança sanitária neste período de pandemia.

 

O presidente da Famem enalteceu a participação dos presidentes do parlamento estadual e municipal no ato de entrega desta primeira etapa. “O presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto, vem desenvolvendo um grande trabalho no parlamento e na assistência às famílias vulneráveis neste período de pandemia. No ano passado, a Assembleia distribuiu 100 mil cestas para famílias carentes do Maranhão”, destacou Erlanio.

Rodrigues da Iara antecipa salários dos servidores de Nina Rodrigues

O prefeito Rodrigues da Iara (PDT), segue mantendo, o que já se tradicionalizou em suas duas gestões em Nina Rodrigues, que é a antecipação do pagamento dos servidores públicos municipais.

 

Rodrigues autorizou a secretaria municipal de finanças a realizar nesta sexta-feira (26), o pagamento dos servidores efetivos e comissionados referente ao mês de março de 2021.

 

“Mesmo com esse contexto de desafios que o país enfrenta, principalmente na economia e na saúde, em razão da pandemia da Covid-19, com planejamento e responsabilidade, seguimos honrando nossos compromissos com os servidores Ninenses”, disse Rodrigues da Iara.

Câmara autoriza financiamento para investir em infraestrutura em São José de Ribamar

A Câmara Municipal de São José de Ribamar (CMSJR) autorizou, em sessão remota, a contratação de empréstimo de R$ 30 milhões junto à Caixa Econômica Federal (CEF), no âmbito do Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (FINISA). O projeto foi aprovado por 20 votos favoráveis e uma abstenção, e atenderá problemas antigos de alguns bairros de São José de Ribamar com a implantação de asfalto, drenagem profunda e melhorias na infraestrutura.

 

Segundo a presidente da Câmara, Francimar Jacinhto (PL), a proposta atendeu a todos os requisitos e passou pelas comissões. Além disso, os vereadores participaram de uma reunião com técnicos da prefeitura para fazer o debate necessário em torno do financiamento.

 

Conforme o projeto, o recurso deve ser usado para asfaltar mais de sete bairros beneficiando com mais de 40 km de pavimentação. Os bairros contemplados são Araçagy, Parque Araçagy, Vila Tamer e Alonso Costa. Já o Parque Jair e Alto do Turu serão contemplados com obras de drenagem profunda.

 

Outros bairros que também serão beneficiados são Jardim Tropical I e II, onde estão previstos 28 km de pavimentação asfáltica, serviços de drenagem profunda, calçada, meio fio, sarjeta e bloquetes. Além disso, também estão previstas edificações de infraestrutura complementares, como o sistema de drenagem pluvial e calçadas.

 

De acordo com a líder do governo na Câmara, vereadora Elisa Lima (PSL), a cidade será beneficiada com os investimentos, que irão trazer melhorias à população ribamarense. Elisa também explicou que um mapa técnico das principais ruas e avenidas das localidades, feito através de um levantamento da Secretaria Municipal de Obras, Serviços Públicos (Semosp) e Secretaria Municipal de Recuperação e Manutenção da Malha Viária (Semmav), possibilitará a realizações das ações no município. “É um projeto de grande importância e que vai trazer benefícios para solucionar problemas que por décadas causam transtornos aos moradores que residem nessas regiões”, afirmou.

 

Para o prefeito de São José de Ribamar, Dr. Julinho, o financiamento irá levar respeito e cidadania a todos os moradores da cidade com a execução de obras e melhoria. “Vamos beneficiar os moradores do Aracagy, Alonso Costa, Parque Araçagy e bairros adjacentes, além de iniciar a drenagem profunda do Parque Jair e Alto do Turu, a construção da Praça da Vila Dr. Julinho e vamos levar qualidade de vida aos moradores da nossa cidade. Meu desejo era iniciar obras em toda a cidade neste momento, mas iremos, aos poucos, transformar a terceira maior cidade do estado em um canteiro de obras”, destacou o prefeito, Dr. Julinho.

Flávio Dino anuncia auxílio para mototaxistas, taxistas, motoristas de app e auxílio gás para famílias de baixa renda

O governador Flávio Dino (PCdoB), anunciou, em coletiva de imprensa, a abertura de novos leitos e confirmou as medidas restritivas para a semana de 29 de março a 05 de abril.

 

Dino anunciou a liberação do funcionamento de bares e restaurantes a partir da próxima segunda-feira (29). Estes estabelecimentos comerciais, assim como academias de ginástica, por exemplo, deverão operar presencialmente com apenas 50% da sua capacidade. Festas e eventos de qualquer natureza continuam proibidas por mais uma semana.

 

No que tange ao funcionamento do comércio, continuará sendo das 9h às 21h. Unidades de ensino privadas, a partir de segunda, poderão promover o ensino híbrido. As aulas na rede estadual de ensino, no entanto, permanecerão sendo ministradas de forma remota.

 

Flávio Dino anunciou a criação de novos auxílios para profissionais dos setores do turismo e eventos. Um valor de R$ 600 será destinado para guias turísticos e R$ 1 mil para empresas que operam na atividade e que estejam cadastradas no CadasTur. Um valor de R$ 600 também será destinado para garçons, bartender, decoradores, floristas, doceiros, cozinheiros, cerimonialistas e DJ,s. Estes profissionais deverão comprovar terem trabalhado no período compreendido entre 11 de março de 2019 a 11 de março deste ano.

 

O governador também anunciou a criação  do auxílio gás e o auxílio combustível. O primeiro beneficiará com botijões de gás cerca de 115 mil famílias carentes inscritas no CadÚnico. Já o auxílio combustível terá valor variando entre R$ 60 a R$ 300, dependendo do tamanho da população do município. Ele beneficiará, por um período de dois meses, taxistas, mototaxistas e motoristas de aplicativos.

Campanha da Assembleia alerta para prevenção com depoimentos de quem perdeu familiares para a Covid-19

A Assembleia Legislativa do Maranhão, por meio da sua Diretoria de Comunicação, lançou nova campanha que traz depoimentos reais de pessoas impactadas pelo falecimento de familiares por Covid-19. O vídeo alerta para a necessidade de prevenção e de cuidados.

 

A doença alcançou, ontem, a triste marca de 300 mil mortes no Brasil, desde o início da pandemia. A peça,  em formato de vídeo, visa estimular as medidas de proteção contra o coronavírus.

 

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PC do B), manifestou-se em suas redes sociais, nesta quinta-feira (25), destacando a importância da campanha de alerta à população neste delicado momento.

 

“Vamos continuar usando máscara, fazendo a higiene das mãos,  mantendo o distanciamento social e, se puder, fique em casa”, disse Othelino.

 

O vídeo institucional  é mais que um triste desabafo de pessoas enlutadas. É um grito de alerta para que todos se protejam e reforcem os cuidados contra o coronavírus.

 

Assista ao vídeo da campanha:

 

Flávio Dino anuncia antecipação da primeira parcela do 13°

O governador Flávio Dino (PCdoB) antecipou para o dia 15 de abril o pagamento da primeira parcela do 13º salário dos servidores públicos estaduais.

 

A medida visa beneficiar o funcionalismo durante este período de pandemia e de crise da economia nacional.

 

Dino também anunciou o adiamento do pagamento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços). A medida beneficiará, segundo o comunista, 130 mil micro empresários maranhenses.

Em Brasília, Osmar Filho participa de articulação para enfrentar a pandemia da Covid no Maranhão

O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), participou nesta quarta-feira (24), em Brasília, de encontro com lideranças políticas no qual foram iniciadas tratativas no sentido de adotar ações mais enérgicas capazes de combater a pandemia do novo coronavírus no Maranhão.

 

A reunião, organizada pelo senador Weverton Rocha (PDT), contou com as presenças da senadora Eliziane Gama (Cidadania); dos deputados federais Pedro Lucas Fernandes (ainda no PTB), Gil Cutrim (Republicanos), Cléber Verde (presidente do Republicanos) e Juscelino Filho (presidente do DEM); do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB); deputado estadual Glabert Cutrim (PDT); do presidente da Famem, Erlanio Xavier(PDT); do presidente do PSB, Luciano Leitoa; do ex-juiz Carlos Madeira ( Solidariedade); e do secretário de Desenvolvimento Social Márcio Honaiser (PDT).

 

“Discutimos sobre a aquisição de mais vacinas; ações de enfrentamento à Covid-19; e formas de amenizar o impacto da pandemia em todo o nosso Maranhão. Nosso senador Weverton Rocha lidera a campanha Vacina Para Todos. Vamos juntos pelo bem dos maranhenses”, comentou Osmar.

 

“Temos que adotar as boas experiências do mundo e, claro, sempre colocando a ciência na frente. Vacinação em massa, uso de máscara e distanciamento social são fundamentais neste momento”, ressaltou Weverton.

 

Recentemente, vale destacar, vereadores da capital aprovaram projeto de lei, de autoria do Executivo, autorizando a Prefeitura a comprar novas doses da vacina contra Covid diretamente dos fabricantes.

 

Os parlamentares, através de uma articulação de Osmar Filho, se uniram e anunciaram que destinarão recursos provenientes de emenda coletiva que serão utilizados pelo Município para compra de novas doses do imunizante.

 

O próprio Osmar Filho esteve reunido com o prefeito Eduardo Braide (Podemos), oportunidade na qual trataram de assuntos relacionados ao combate da pandemia; ampliação do cronograma de vacinação; e aquisição de novas doses.

Cármen muda voto, e STF decide que Moro foi parcial em processo contra Lula

A ministra Cármen Lúcia mudou hoje seu voto de 2018 e virou o placar contra o ex-juiz federal Sergio Moro no processo de suspeição pelo julgamento em que condenou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) envolvendo um tríplex no Guarujá. Com isso, a maioria da Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) firmou-se, por três votos a dois, pela parcialidade de Moro.

 

A retomada do julgamento nesta terça iniciou a favor do ex-ministro da Justiça. Após pedir vistas do processo no último dia 9, o ministro Kassio Nunes Marques decidiu pela imparcialidade de Moro. No entanto, Cármen Lúcia, que havia votado contra a suspeição em 2018, quando o julgamento foi iniciado, voltou atrás.

 

Dessa forma, dos cinco membros da Segunda Turma, votaram pela suspeição de Moro Cármen Lúcia, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski, e contra o relator Edson Fachin e Nunes Marques.

 

Cármen e Fachin tinham dado seus votos em novembro de 2018, no início do julgamento, antes da revelação dos diálogos da Vaza Jato, que expuseram conversas entre Moro e membros da Operação Lava Jato.

 

Eu trago as referencias a constituição, sobre a necessidade de observância, desse julgamento imparcial, portanto tenho, como humano somos passiveis de erros, mas a parcialidade comprovada precisa de ser devidamente afastada, isso desde sempre. É isso que faz com que as pessoas se submetam ao direito e não resolca ato de vingança, que seria barbárie. Cármen Lúcia, ministra do STF

Veja mais aqui.