UFMA, UFG, FURG e UFSB lançam projeto de mobilidade acadêmica virtual para estudantes de graduação
Blog do Thales Castro - Thales Castro

UFMA, UFG, FURG e UFSB lançam projeto de mobilidade acadêmica virtual para estudantes de graduação

“As universidades, mesmo sem investimento na ciência, conseguem inovar e dar a sua contribuição. Não tenho a menor dúvida de que esse é um projeto de sucesso”, declarou o reitor Natalino Salgado durante a live sobre o lançamento do Programa de Mobilidade Virtual em Rede das Instituições Federais de Ensino Superior (Promover – IFES), realizada nesta sexta-feira, 29.

 

A transmissão, feita pelo canal da UFG no Youtube, teve a participação dos reitores das Universidades Federais de Goiás (UFG), Edward Madureira, do Maranhão (UFMA), Natalino Salgado, do Rio Grande (FURG), Danilo Giroldo, e Sul da Bahia (UFSB), Joana Guimarães, que aderiram ao programa, bem como das pró-reitoras de Ensino da UFMA, Isabel Ibarra, e UFG, Jaqueline Civardi, no qual discutiram a ideia do projeto e esclareceram dúvidas sobre o projeto, inclusive para aqueles que estavam interagindo por meio do chat do YouTube.

 

O programa, direcionado aos estudantes de graduação, possibilita a mobilidade virtual entre as instituições da rede para cursar disciplinas ou componentes curriculares nos cursos de graduação das quatro instituições de ensino superior participantes do Promover. Com a ação, as universidades apresentaram um projeto piloto que visa facilitar o processo de mobilidade acadêmica, permitindo uma maior integração do sistema de ensino superior e o fortalecimento da Rede e do sistema federal de educação superior.

 

Na ocasião, o reitor Natalino Salgado lembrou que as inovações tecnológicas educacionais pelas quais as universidades tiveram que passar por conta da pandemia da covid-19, de certa forma, contribuíram para o desenvolvimento do projeto. “Esse momento de dificuldade demonstra a capacidade e criatividade da nossa universidade para atender a expansão do conhecimento e com qualidade, estabelecendo um processo de união entre as universidades diante dessa situação.  A criação desse projeto, que nasceu em pouco tempo, e está sendo lançado hoje, mostra fatos ressaltados, como o quesito da integração e a questão da inovação em relação a esse projeto piloto e ele abre novos horizontes para os nossos alunos buscarem conhecimentos”, enfatizou.

O reitor da FURG, Danilo Giroldo, destacou a importância do projeto. “Nós temos a possibilidade de promover, por meio da mobilidade, um diálogo inter-regional e intercultural de altíssima qualidade e relevância para formação dos nossos estudantes e para qualificação do nosso ensino. A universidade não promove simplesmente a formação acadêmica, na verdade, a formação acadêmica é muito potencializada pela formação social, cultural, política, que a vivência universitária traz aos nossos estudantes”, afirmou Giroldo.

 

O aluno interessado pode se matricular em até três disciplinas simultaneamente nas quatro universidades, seguindo as regras dispostas no edital. Inicialmente, o programa oferece 340 disciplinas nas quatro universidades que aderiram ao programa e há 2.130 vagas disponíveis. A inscrição deve ser realizada por meio de um formulário on-line.

 

Para saber mais, acesse o edital.

Categoria: Notícias