Blog do Thales Castro | Página 13
Blog do Thales Castro - Thales Castro

Fábio Braga, Betel Gomes e Socorro Waquim assumirão na AL em janeiro

– Fábio Braga entrará na vaga de Fernando Pessoa que foi eleito prefeito de Tuntum

O resultado da eleição deste ano em alguns municípios do Maranhão trará algumas mudanças na composição de bancadas partidária na Assembleia Legislativa a partir de janeiro de 2021.

 

O motivo das mudanças é que três deputados estaduais atualmente no exercício dos mandatos lograram êxito na disputa eleitoral.

 

Em Santa Inês, o deputado Felipe dos Pneus (Republicanos) elegeu-se prefeito numa disputa contra Valdevino Cabral (PL). O republicano obteve 21.759 votos (ou 50,48%), contra 18.766 (43,54%) do seu principal adversários.

 

Estavam na disputa, ainda, Padre Nelcino (PSDB), que terminou com 1,75% dos votos; Ribamar Alves (MDB), que ficou com 1,52%; Creusa (PSL), terminou com 1,26%; Joe Rodrigues (DC), 0,86%; e Lindenberg Braga (PSD), 0,85%.

 

Com a saída do deputado, que assumirá o comando da prefeitura no dia 1º de janeiro, assume uma vaga na Assembleia a primeiro suplente, Betel Gomes, que concorreu em 2018 pelo PRTB, mesmo partido de Felipe dos Pneus na ocasião.

 

Na região central do Maranhão elegeram-se os outros dois prefeitos que abrirão vagas na Casa. Em Tuntum, venceu o pleito o deputado Fernando Pessoa, do Solidariedade. Ele obteve 55,14% dos votos num embate direto contra Dida do Tio Luís (PSB), que ficou com44,86%. Nesse caso, assuma uma cadeira na Assembleia o suplente Fábio Braga (Solidariedade).

 

Já em Barra do Corda a eleição foi vencida pelo deputado Rigo Teles (PL), que obteve 24.034 votos (56,20%). O segundo colocado na disputa foi Gil Lopes, do PCdoB, com 41,86%. E Adão Nunes (PSL) obteve apenas 1,94%.

 

A suplente de Rigo que ganha a vaga na Assembleia é Socorro Waquim, do MDB, que já está no exercício do mandato em virtude de uma licença do deputado Roberto Costa (MDB). Assim, ela deixa o mandato por alguns meses, até a posse do novo prefeito de Barra do Corda, e reassume no ano que vem.

 

De saída – Além de Waquim, quem também está de saída do mandato temporário é a suplente Valéria Macedo, do PDT.

 

Ela havia assumido na vaga de Neto Evangelista (DEM), que tirou licença para se dedicar à campanha eleitoral na capital. O democrata, contudo, terminou o pleito na terceira colocação, fora do 2º turno, e retomará a s atividades legislativas.

 

Outra mudança ocorre, ainda, na mesma coligação da qual fazem parte Rigo Teles e Socorro Waquim. Com a assunção da emedebista ao posto de deputada, o primeiro suplente seria Léo Cunha, atualmente no PL. Mas este também se elegeu prefeito, na cidade de estreito. Portanto a primeira suplência acabou nas mãos da ex-deputada Andrea Murad, hoje filiada ao PSDB.

Genival Alves recebe apoio das mulheres de São Luís e realiza grande caminhada no Turu

Faltando menos de uma semana para o pleito em São Luís, o vereador e candidato a reeleição, Genival Alves (Republicanos – nº 10.555), promoveu, neste último fim de semana, mais uma produtiva e vitoriosa agenda de campanha.

 

Genival participou de um grande Encontro com as Mulheres de São Luís, oportunidade na qual recebeu manifestações de apoio e carinho e ratificou, mais uma vez, o seu compromisso de continuar trabalhando para garantir os direitos do público feminino.

 

Na reunião, que contou com as presenças de lideranças comunitárias de vários bairros e de representantes da Força Jovem Feminina, o parlamentar recebeu sugestões de ações em benefício das mulheres.

 

De acordo com Genival, lutar pelo público feminino, garantindo novas políticas públicas, não é apenas uma obrigação.

“Trata-se de um compromisso que tenho com as mulheres de São Luís, que tanto nos ajudam a continuar trabalhando no caminho certo objetivando fazer uma cidade mais justa e desenvolvida”, disse.

 

Acompanhado por centenas de apoiadores, Genival também participou de animada caminhada que percorreu as ruas do Turu, Divinéia e Vila Luizão.

 

O vereador foi muito bem recepcionado pelos moradores, que reconheceram o seu trabalho em prol da região.

 

“Se nós temos ruas asfaltadas, vias com drenagem, o que fez com que os alagamentos acabassem, devemos isso ao esforço do vereador Genival”, comentou a comerciante Ana Alice Silva, moradora da Luizão.

Paula Azevedo garante subsídio da lei Aldir Blanc a grupos culturais de Paço do Lumiar

O trabalho de Paula Azevedo(PCdoB), prefeita e candidata à reeleição em Paço do Lumiar se destacou novamente no cenário da Grande Ilha e fez do “Lume” o único município da região a garantir a adesão de pequenos grupos culturais locais ao programa de subsídio da lei Aldir Blanc, do Ministério da Cultura. O benefício do governo federal é destinado aos movimentos artísticos coletivos com pelo menos dois anos de atuação comprovada,  que foram impossibilitados de executar suas atividades durante a pandemia do novo Coronavírus.

 

O cadastro para receber o subsídio aconteceu entre os dias 15 de julho e 30 de outubro e agora, os grupos cadastrados poderão realizar a assinatura do termo de adesão ao programa no escritório da Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer de Paço do Lumiar(SEMCEL), no centro administrativo municipal, no Tambaú. Além dessa iniciativa, em 2020  a gestão de Paula Azevedo elegeu o conselho municipal de cultura luminense e pela primeira vez organizou Lives de apresentações culturais por meio da internet durante o período junino.

 

O secretário municipal de cultura de Paço do Lumiar, Jocileno Golvêa, explicou que o subsídio oferecido pela lei Aldir Blanc vai garantir a continuidade de grupos que representam a identidade cultural de Paço do Lumiar: “Nosso município possui muitas manifestações culturais oriundas de comunidades carentes, que dependem do que fazem para se manter, por isso,  desde o começo nós e a prefeita Paula não medimos esforços para garantir esse benefício aos nossos representantes culturais mais humildes, que carregam o DNA e a identidade do nosso município”, explicou.

Vargem Grande: Thiago Braz e Raphaela Mesquita são esvaziados por Germano Barros

O ex-secretário de educação e candidato a vereador Thiago Braz (PDT) vem sofrendo fortes ataques no governo municipal e vai vendo sua base eleitoral sendo esvaziada.

 

Além da estrutura de campanha ter sido cortada, também está perdendo seus apoiadores e eleitores para Germano Barros, principalmente os que foram contemplados com contratos no governo municipal através do seletivo da educação.

 

Outra que vem sendo desarticulada e perdendo aliados para o irmão do prefeito, é a bacharel em direito e candidata a vereadora Raphaela Mesquita (PCdoB), os aliados que foram contemplados com contratos na saúde na gestão da irmã na secretaria de saúde estão sendo pressionados a votar em Germano Barros.

Bomba: Aliado de Eudes Sampaio investigado pela Polícia Federal acusado de oferecer R$ 250 por vídeos gravados contra Julinho

Uma funcionária da Prefeitura de São José de Ribamar, denunciou na Polícia Federal, a revelação de como pode estar acontecendo as gravações de supostas denúncias fakes contra o candidato Dr. Julinho (PL), que apesar de sofrer ataques diários de fakenews, segue liderando a disputa eleitoral em todas as pesquisas registradas e divulgadas até o momento.

 

De acordo com o documento da PF obtido com exclusividade pelo blog, no dia 02 de setembro, o sujeito conhecido como Fael, uma espécie de divulgador de redes sociais e carregador do prefeito Eudes Sampaio, teria oferecido a funcionária da prefeitura, a quantia de R$ 50 reais para aliciar moradores do município para participarem de do jogo sugo e realizar gravações atacando o candidato.

 

No documento, a denunciante afirma que a exigência é que o morador não seja simpatizante do candidato e que cada morador receberá R$ 250 reais para gravar vídeos atacando Dr. Julinho.

 

Revoltada com o jogo baixo da campanha, a funcionária da prefeitura resolveu denunciar o caso para a Polícia Federal.

 

A revelação explica porque na última semana, aliados do prefeito Eudes Sampaio (PTB), que tem reprovação de sua gestão por 68,2% dos ribamarenses, segundo pesquisa do Instituto DataIlha, passaram a espalhar vídeos fakes de moradores atacando o candidato.

 

Confira o documento da Polícia Federal.

Vargem Grande: Carlinhos Barros perde mais uma na justiça e é obrigado a reintegrar Jociedson Aguiar no cargo de professor

Em mais uma decisão, o TJ-MA determinou que o Prefeito de Vargem Grande, Carlinhos Barros (PCdoB), reintegre Jociedson Aguiar ao cargo de professor.

 

Jociedson Aguiar, que também é vereador do município e oposição ao governo CB foi EXONERADO há pouco mais de um ano do cargo de professor, do qual é concursado desde 2001. O ato se deu por mera perseguição política sob a alegação de que o professor/Vereador estaria acumulando cargos públicos.

 

Jociedson foi demitido do seu emprego público em um processo administrativo cheio de irregularidades e completamente fora da lei, o que escancarou a perseguição do qual o Vereador tem sido vítima na atual gestão.

 

Jociedson Aguiar é, reconhecidamente, um. Vereador combativo e que não tem medo de fazer o enfrentamento necessário em favor da população, por conta disso é, frequentemente, vítima do autoritarismo que se instalou no executivo municipal.

 

A Justiça reconheceu não haver o acúmulo de cargos e que o parlamentar está amparado pela Constituição Federal e, por isso, determinou sua reintegração.

 

“Quero agradecer a Deus, à Justiça, aos meus advogados e a todos que acreditaram em mim e sempre estiveram ao meu lado. Sempre disse que esse processo era uma absurda perseguição política e a justiça comprovou que nós temos razão. Não cometi nenhum crime e não pratiquei qualquer irregularidade, sempre respeitei a Lei. Essa decisão renova as nossas forças de continuar lutando contra essa gestão que se utiliza de mecanismos arbitrários e ditatoriais para perseguir a mim e a todos os funcionários públicos”, disse Jociedson.

Ao lado de Duarte Jr, Genival Alves recebe apoio de moradores do Itaqui-Bacanga

O vereador Genival Alves (Republicanos – nº 10.555) realizou, neste último domingo, mais um grande ato de campanha da sua reeleição na área Itaqui-Bacanga, uma das mais populosas de São Luís.

 

Acompanhando do deputado estadual e candidato a prefeito da capital, Duarte Júnior; e do vice-governador Carlos Brandão; Genival e apoiadores percorreram diversas vias do Anjo da Guarda, Vila Isabel/Cafeteira, Vila Bacanga, Gancharia, Vila Mauro Fecury e Vila Embratel.

 

Em todas as localidades, o vereador e candidato à reeleição teve o seu trabalho reconhecido e recebeu manifestações de apoio e carinho.

 

“É o vereador que trouxe para esta região o projeto Saúde na Comunidade e a Carreta da Saúde, que nos ofereceu serviços gratuitos na área da saúde preventiva. Tem trabalho concreto e merece ser reeleito”, comentou o comerciante Isaías Lindoso.

 

Bem colocado em todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas até o momento, e figurando com amplas chances de disputar o segundo turno, Duarte Jr. agradeceu o apoio de Genival e, mais uma vez, disse estar impressionado com a liderança que o parlamentar exerce nos bairros da capital.

 

“O Republicanos, através do Genival, tem um dos melhores quadros na Câmara de São Luís. Genival executou um excelente trabalho, se destacando em todos os setores”.

 

“Muito obrigado meus amigos pelo apoio e pela força de sempre. Estamos juntos e no dia 15 de novembro chegaremos à vitória”, agradeceu Genival.

Wellington Moura dispara em São João do Soter, revela pesquisa

Nova pesquisa realizada pelo Instituto MBO nos dias 25 e 26 de outubro, mostra que o candidato Wellington Moura (PDT) disparou, e deve vencer as eleições em São João do Soter com 41,75% das intenções de votos.

 

A atual prefeita, Josa Silva (Republicanos), que busca a reeleição, deve sair derrotada com 37,25% das intenções de votos, segundo o levantamento.

 

Já o candidato Dr. Tairo Rocha (PSDB), que teve sua candidatura indeferida e aguarda resultado do recurso impetrado por seus advogados, aparece em terceiro lugar com 12,25% das intenções de votos.

 

Ainda de acordo com o resultado da pesquisa, 4% afirmaram não votar em nenhum dos candidatos e 4,75% não souberam ou não quiseram responder.

 

O levantamento ouviu 400 entrevistados entre os dias 25 e 26 de outubro, tem margem de erro de 3,5% para mais ou para menos, taxa de confiança de 96,5% e está registrado no TSE sob protocolo número MA-06453/2020.

Vargem Grande: Justiça Eleitoral suspende evento de Carlinhos Barros, independente de “Carnaval do 65” ou “Arrastão do 65”

O evento do prefeito Carlinhos Barros (PCdoB) programado para esta terça-feira, 03, que incialmente foi divulgado como “Carnaval do 65” foi cancelado pela justiça eleitoral.

 

A tentativa do prefeito de tentar burlar esta decisão, que já era certo, diante do tema tão antigo, que é o fim dos showmícios e distribuição de brindes, com a mudança de “Carnaval do 65” para “Arrastão do 65” não funcionou, pois a decisão do juiz Paulo de Assis da 50ª Zona eleitoral é clara ao cancelar o evento programado para esta terça-feira, 03, independente do nome de fantasia.

 

A decisão foi baseada na representação dos advogados Junior Castro, Fernando Oliveira e César dos Santos pela Coligação a Força do Povo (MDB, PL e PV) e pela representação do Ministério Público Eleitoral, representado na comarca pelo Promotor Charles André.

 

“Em verdade, é extremamente triste que seja necessário se socorrer do Poder Judiciário para se decidir sobre algo que bastaria bom senso, respeito a dignidade humana e compromisso com bem estar social”, disse o juiz em trecho da decisão.

 

“Ante o exposto, verificando a presença dos pressupostos legais e elementos que exigem a intervenção judicial, mediante uso de poder de polícia, para coibir a prática de ilícitos previstos no artigo 39, §9, do Código Eleitoral, defiro o pedido de tutela antecipada de urgência, para determinar a SUSPENSÃO do evento programado a pelo candidato JOSÉ CARLOS DE OLIVEIRA BARROS e a Coligação “Vargem Grande é do Povo” (PCdoB, PROS, PDT e PR), para ocorrer no dia de hoje, 03/11/2020, independente do nome de fantasia atribuído, se “Carnaval do 65” ou “Arrastão do 65”, sob pena de multa no valor de R$ 50.000,00 (vinte mil reais) pelo descumprimento desta decisão, sem prejuízo de responsabilidade por crime de desobediência, artigo 347 do código eleitoral”, sentenciou Dr. Paulo de Assis.

Vargem Grande: MP pede cancelamento de evento de Carlinhos Barros desta terça-feira, 03

O Ministério Público pediu o cancelamento do evento do candidato a prefeito Carlinhos Barros (PCdoB) denominado “Carnaval do 65” previsto para ser realizado nesta terça-feira, 03.

 

Ante toda a explanação supracitada, nos confrontamos com um “CARNAVAL FORA DE ÉPOCA”, devidamente agendado para fins político/eleitoreiro, tendo a Coligação “Vargem Grande é do Povo”, de forma irresponsável, se aproveitando do período de campanha política para agendar a referida festa e realizar assim sua propaganda eleitoral, objetivando angariar votos em troca de uma festa de carnaval, “CARNAVAL DO 65”.

 

No vídeo, todos são convidados a vestir-se de vermelho e amarelo e, como se fosse um bloco carnavalesco, juntarem-se para “CAIR NA FOLIA”, enfatizado com imagens de diversas pessoas se divertindo com se estivessem em um grande show.

 

Se não bastasse toda a apelação para o evento carnavalesco, temos a imagem do candidato, que insurge com um grande grito, afirmando “O CARNAVAL DE VOCÊS ESTÁ GARANTIDO”, uma fala apelativa para a participação do povo no evento denominado “Carnaval do 65”.

 

Ainda em referência ao material de divulgação, pode-se perceber a animadora convidando toda a população para “CURTIR COM A GENTE”, indicando o local da concentração do evento e sugerindo a vestimenta padronizada, o que é de costume nos blocos de carnaval da região. Como conclusão da peça de divulgação, é pedido para que todos votem no 65.

 

Disse o promotor nesses trechos da representação eleitoral.

 

Com o claro objetivo de burlar e não cumprir a possível decisão da justiça eleitoral de cancelar o evento agendado para terça-feira, 03, o prefeito Carlinhos Barros alterou o nome do evento para arrastão do 65, porém de acordo com os próprios aliados, o evento terá o mesmo formato programado para o Carnaval do 65, somente com nome e local de concentração diferente do que estava programado.

Os advogados Junior Castro, Fernando Oliveira e César dos Santos que defendem a coligação a força do povo, antes da representação eleitoral do MP, também protocolaram na 50 zona eleitoral, uma representação com o mesmo objetivo.

 

O evento programado pelo prefeito, além de desrespeitar todas as regras sanitárias, inclusive as dos próprios decretos municipais, também está totalmente na contramão do que rege a legislação eleitoral.