OAB do Maranhão fará ato de desagravo em Pinheiro

A valorização da mulher advogada e da classe será mais uma vez reafirmada pelo Conselho Seccional da OAB/MA que realiza desagravo em Pinheiro na próxima sexta-feira, 28/10 às 10h em frente à Delegacia Regional. O ato é em solidariedade aos advogados e professores Betty Maria Matos Aroucha, e Mariano Muniz Neto.

 

A ação integra as diretrizes do fortalecimento do Sistema de Prerrogativas da Advocacia Maranhense da gestão do presidente, Kaio Saraiva. Ele reafirmou o seu comprometimento com a valorização de cada advogada e advogado do Maranhão. “Não vamos tolerar qualquer desrespeito ou ato de violência contra a advocacia”.

 

O ato foi aprovado pelo Conselho Seccional da OAB/MA e envolve a Subseção de Pinheiro, por meio do presidente Ruterran Martins, as Comissões de Assistência, Defesa e Prerrogativas e da Mulher e da Advogada e toda a advocatícia e acadêmicos de Direito. “Importante a participação de todos para que possamos em uma manifestação legítima reafirmar a importância do papel do profissional”, afirmou Ruterran Martins.

 

Entenda o caso

 

A OAB/MA, por meio da Subseção de Pinheiro e das Comissões de Assistência, Defesa e Prerrogativas e da Comissão da Mulher e da Advogada acompanha o caso da advogada e professora Betty Maria Matos Aroucha, e do advogado Mariano Muniz Neto. A instituição vai abrir procedimento administrativo, ingressar com Representação, além de atuar como amicus curiae, no caso dos advogados e professores Betty Maria Matos Aroucha, e Mariano Muniz Neto.

 

Eles foram agredidos verbalmente e fisicamente pelo policial civil Redson Menezes Costa, de 49 anos, que já foi afastado do cargo por solicitação da Subseção de Pinheiro. As agressões, que aconteceram na noite da última sexta-feira (21), foram registradas em vídeo, por moradores da região. Os advogados estavam voltando para São Luís, onde moram, quando se envolveram em um acidente de trânsito, sem gravidade e que não envolvia o policial, no centro de Pinheiro.

 

Atuação das Comissões da OAB/MA

 

A Comissão de Assistência, Defesa e Prerrogativas do Advogado e a Comissão da Mulher e da Advogada atuam diretamente no caso. No dia 24 de outubro, as presidentes das duas Comissões, Sandra Macedo e Nathusa Chaves, respectivamente, foram à Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP/MA) para cobrar celeridade na instauração do Processo Administrativo Disciplinar sobre o caso. “Cobramos a instauração do processo e seguiremos acompanhando todas as possíveis ações e desdobramentos civis e criminais”, afirmou a presidente da Comissão de Assistência, Defesa e Prerrogativas do Advogado, Sandra Macedo.

 

A presidente da Comissão da Mulher e da Advogada, Nathusa Chaves, explica a preocupação do que já pode ter com outras mulheres na região. “Se ele agrediu uma advogada no meio de tanta gente que registrava a violência, imagina o que não fez com outras pessoas ao se colocar como autoridade policial, que foge de seu dever como profissional”, comunicou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Publicidade

Publicidade
Publicidade