“Nao adianta forçar a barra, o povo não esquece o comportamento de quem não tem compromisso”, a frase encaixa perfeitamente ao rebento de Mercial Arruda
Blog do Thales Castro - Thales Castro

“Nao adianta forçar a barra, o povo não esquece o comportamento de quem não tem compromisso”, a frase encaixa perfeitamente ao rebento de Mercial Arruda

É uma frase bastante conhecida em todos os lugares, a convivência franca e simples, entre pessoas é notada com facilidade, quem não tem esta característica de humildade, não adianta transmitir o que não é.

 

Assim tem sido o “todo poderoso”, secretário de administração de Grajaú, Ricardo Arruda, que se apresenta como pré-candidato a deputado estadual, que todos sabem, nunca teve simpatia e nem carisma para encarar o povão.

 

As pessoas são conhecedoras, que o funcionário licenciado do Ibama, Ricardo Arruda, chamado de malino pelo pai, tá forçando a barra, a coisa é mascarada, não tem “vida”, não tem voz do povo.

 

Veja só, a realidade de hoje, agora, o homem ao lado da mulher, resolveu usar redes sociais, os dois voltaram ao Instagram, face, o que tem de direito, é mensagem de tudo, alguém fez aniversário, tá lá o card de parabéns do seu Ricardo, que até um dia desse, não falava com ninguém, não recebia o povo.

 

Desfilava em Grajaú de carrão, isso quando estava lá, sem falar com as pessoas.

 

Visitar povoado, quando alguém falava ou sugeria, queria era distância, chegava o fim de semana o homem se mandava para a ilha.. verdade ou mentira?

 

Uma data comemorativa, dia dos pais, dia das mães, qualquer coisa, o homem está nas redes sociais.

 

Perguntas, antes, nos quase cinco anos, que manda nos tributos e no município, nunca visitou um empresário, agora, resolveu visitar fábricas e empresas.

 

É o responsável pela maior carga tributária da história de Grajaú, empurrou impostos na população, agora, posta nas redes, visita a empresário.

 

Para concluir… estamos postando com exclusividade, fotografias de um condomínio em São Luís, com informações de valores de imóveis.

 

 

O prédio está em construção, em uma área nobre da ilha, um dos integrantes de uma suposta quadrilha, que fez caixa com tributos de Grajaú, comprou um apartamento aí.

 

 

Tá tudo aqui, preços dos imóveis, superiores a 1,5 milhão de reais e dependendo da localização no prédio, passa de 3,5 milhões de reais. Que tal? Assim é fácil.

 

Depois voltamos ao tema dos “acordos políticos” que Mercial Arruda, está fazendo em várias cidades do Maranhão, oferecendo dinheiro e cargos em troca de apoio.

Categoria: Notícias