Captação ilícita de sufrágio: após episódio envolvendo Oneilson e Olene Barros, advogados pedem indeferimento do registro de candidatura de Carlinhos Barros
Blog do Thales Castro - Thales Castro

Captação ilícita de sufrágio: após episódio envolvendo Oneilson e Olene Barros, advogados pedem indeferimento do registro de candidatura de Carlinhos Barros

Mais um fato nefasto foi registrado na corrida eleitoral pelo comando da Prefeitura da cidade de Vargem Grande, distante cerca de 175 km da capital São Luís.

 

O secretário municipal de Comunicação, Oneilson Sérgio Santos Abreu, utilizou o seu programa de rádio no Grupo Líder de Comunicação, denominado de Forró Brasil, para fazer propaganda da gestão do prefeito Carlinhos Barros, que tenta reeleger-se, e prometer empregos na administração municipal, em um ato totalmente irregular para beneficiar o projeto do seu chefe.

 

O fato ocorreu no dia 14 deste mês. Oneilson, que é esposo de Ana Marcélia de Sousa Abreu, sócia-administradora do Grupo Líder, alardeou que os “filhos da terra” que estão desempregados deveriam procurar Maria Olene de Oliveira Barros, secretária Municipal de Assistência Social e esposa do atual prefeito.

 

“Procure Olene Barros/Por que ela quer fazer um cadastro aí dessas pessoas que estão desempregadas/Filhos da terra/ Somente você que é de Vargem Grande/Que é filho de Vargem Grande/Preste bem atenção no que estou anunciando aqui: você que é filho de Vargem Grande/Vale tanto pros homens como pra mulher/Tá bom homens e mulheres/Você que é filho de Vargem Grande/Tá formado/Tá desempregado/Vai se formar aqui até dezembro e está desempregado/Só as pessoas que estão desempregadas e já estão formadas/Independentemente de qualquer cargo/Qualquer profissão: pode ser médico, pode ser enfermeiro, dentista/Qualquer área que você está formado e vai se formar em dezembro e não está empregado, está desempregado/Procure a Secretária OLENE BARROS na Secretaria de Assistência Social/Então mais uma vez vou explicar pra você: a OLENE vai fazer um cadastramento dessas pessoas/Que são filhos de Vargem Grande/Homens e mulheres que estão formados ou que vão se formar neste ano/Que estão desempregados/Procure dona OLENE BARROS na Secretaria de Assistência Social/Independentemente de qualquer área que você está formado ou vai se formar/Poder ser advogado, nutricionista, pode ser fisioterapeuta, poder ser enfermeiro, poder ser médico ou médica/Qualquer área que você está formado ou formada ou que vai se formar até dezembro/Procure a OLENE/Só as pessoas que estão desempregadas/Só as pessoas que estão desempregadas/Procure a Secretaria de Assistência Social pra falar com nossa Secretária OLENE BARROS”, afirmou o auxiliar de CB.

 

Ouça o áudio:

 

A iniciativa tresloucada do secretário fez com que a coligação a Força do Povo ingressasse na Justiça Eleitoral com uma ação de investigação solicitando, ainda, que, diante das provas contundentes, Carlinhos Barros e o seu candidato a vice tenham os seus registros de candidaturas indeferidos.

 

“Diante de evidente ocorrência de captação ilícita de sufrágio, consistente em promessa de emprego a público específico e a beneficiar a candidatura de JOSÉ CARLOS DE OLIVEIRA BARROS e de ANTONIO GOMES LIMA, candidatos aos cargos de Prefeito e de VicePrefeito, deve-se indeferir seus registros de candidatura e/ou Diplomas, caso sejam eleitos, além da sanção de inelegibilidade correspondente.

 

Os advogados da coligação também solicitaram que a Justiça obtenha, junto ao Banco do Brasil, a folha completa de pagamento da Secretaria Municipal de Comunicação. Eles afirmara que, desta forma, será comprovado o vínculo empregatício com a Prefeitura de vários funcionários do Grupo Líder de Comunicação, que mantém contrato institucional com o governo de CB desde 2017.

 

Veja abaixo a ação eleitoral contra o grupo do prefeito Carlinhos Barros clicando aqui.

 

Vídeo – Em um vídeo divulgado nas redes sociais e grupos de mensagem, Olene Barros desmentiu Oneilson Sérgio – veja abaixo.

Categoria: Notícias