Blog do Thales Castro - Thales Castro

“Além de ilegal, não fazer o Censo sabota a nação”, diz Flávio Dino


Governador do Maranhão, estado que entrou com a ação no STF para governo Bolsonaro fazer a pesquisa, comemorou a decisão

 

 

Veja – O governador do Maranhão, Flavio Dino, comemorou a decisão do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), de obrigar o governo Jair Bolsonaro a fazer o Censo, adiado no ano passado por conta da pandemia.

 

À coluna, Dino afirmou que “não fazer o Censo, além de ilegal, sabota a noção de planejamento e condena o país a um apagão estatístico”, disse.

 

Para o governador do Maranhão, estado que entrou com a ação no Supremo, o “STF evitou mais uma destruição institucional absurda que Bolsonaro queria implementar”.

 

Como informou a coluna, oito ex-presidentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) fizeram um apelo ao Congresso Nacional para que o Censo não seja atrasado novamente.

Categoria: Notícias