Blog do Thales Castro - Thales Castro

Dono do instituto Prever que apontou liderança de Braide foi assessor parlamentar do candidato na AL-MA

Antes da nomeação, entretanto, proprietário do Prever, aparece com uma doação de R$ 4 mil na eleição para campanha do prefeitável em 2010 quando ele foi eleito para o primeiro mandato de deputado estadual

– Clodomir Albuquerque é um doador e ex-assessor de Braide

O empresário Clodomir Martins Albuquerque Júnior, proprietário do instituto Prever – Pesquisa e Consultoria Ltda, não parece nem um pouco preocupado em se mostrar isento, pelo menos quando se trata da corrida eleitoral pela prefeitura de São Luís.

 

Desde junho deste ano, o Prever realiza pesquisas que apontaram o deputado federal Eduardo Braide (Podemos) na liderança das intenções de voto na capital. O problema, entretanto, é que uma descoberta polêmica pode pôr em xeque as amostragens divulgadas até aqui.

 

De acordo com portaria obtida pela reportagem, Clodomir Albuquerque tem motivos de sobras para torcer pela candidatura do prefeitável do Podemos: ele era assessor técnico parlamentar do deputado Eduardo Braide.

 

Conforme o documento ao qual tivemos acesso, o dono do Prever foi nomeado por solicitação do próprio parlamentar para exercer cargo comissionado – símbolo ISO, por meio do ato de N.º 161 /2011. A nomeação dele aconteceu em 10 de fevereiro de 2011, com ato publicado pelo Diário da Assembleia, no dia 14 de fevereiro daquele ano.

 

Esse, entretanto, não é o único caso curioso envolvendo o proprietário do instituto. Clodomir Albuquerque também aparece como doador da campanha do ex-chefe. A contribuição no valor de de R$ 4 mil ocorreu na eleição de 2010, quando Braide foi eleito para o primeiro mandato de deputado estadual.

 

– Sistema do Tribunal Superior Eleitoral revela que dono do Prever fez doação de R$ 4 mil a Braide

A fatura pelo financiamento eleitoral ocorreu logo depois que o parlamentar assumiu o mandato no Legislativo estadual nomeando seu doador de campanha em seu gabinete.

 

– Após doação, Braide pagou fatura com nomeação na Assembleia

Nada contra a nomeação ou a doação, mas fica a pergunta: como confiar nas pesquisas de um instituto cujo proprietário deve favores ao candidato que aparece na liderança? Em uma eleição com políticos desgastados e institutos desacreditados, situações como essas deixa o eleitor mais cabreiro com os levantamentos.

 

LIGAÇÕES PERIGOSAS

 

– Nas redes sociais, Clodomir fala dos ‘caminhos’ de uma campanha com o Prever

O Prever não é a única empresa de estatística ligada a Braide envolvida em polêmicas. O instituto Escutec que já apontou liderança do prefeitável na capital também já teve seu proprietário envolvido em escândalos.

 

Trata-se do empresário Antônio José Fernando Júnior Batista Vieira, mais conhecido por Fernando Junior, alvo de denúncia do Ministério Público por supostamente fazer parte de organização criminosas que desviou R$ 27 milhões da prefeitura de Itapecuru-Mirim.

 

Em 2015, o dono da Escutec chegou a ser preso pela Policia Federal por suposto envolvimento com desvio de recursos dos cofres públicos da Prefeitura de Anajatuba por meio da contratação de “empresas de fachada”. No município anajatubense, os desvios ultrapassam os R$ 13 milhões.

Tati Lobão celebra dois anos do “Fit by Tati”

Com uma programação diversificada, feita especialmente para os seus clientes, a empresária Tatiana Lobão celebra nesta terça-feira (24), dois anos de sua loja “Fit by Tati”.

 

“Eu estou muito feliz e agradecida a Deus por todo esse projeto que só tem dado certo. É muito bom fazer o que a gente ama. Gratidão a todos os meus clientes”, disse.

 

Além de ser uma empresária de sucesso, a loira que é musa fitness e digital influencer, possui milhares de seguidores no Brasil e em todo o mundo.

 

Tatiana apresenta um dos quadros de maior sucesso e audiência da televisão maranhense, o ‘Fit by Tati’, dentro do Programa Algo Mais e, também, comanda um programa diário na Rádio Nova FM.

 

A filha de Paulinha Lobão, possui duas lojas, uma fica localizada no Monumental Shopping e a outra no Golden Shopping.

Márcio Jerry acusa Braide de retardar processo para ocultar que é investigado

Durante toda a corrida eleitoral, em debates, entrevistas e nas redes sociais, Eduardo Braide (Podemos) afirmou que não era alvo de nenhuma investigação, mas reportagem do jornal Folha de São Paulo revelou documentos sigilosos, entre eles uma procuração assinada pelo próprio candidato à Prefeitura de São Luís outorgando poderes a seu advogado para acompanhar o inquérito em que é acusado de corrupção.

 

Agora, o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) acusa Braide de ter feito manobras ilegais na tentativa de ocultar o processo ao menos até o fim do segundo turno. “Braide sabe que a investigação existe. Ele montou um esquema e conseguiu que o processo, que corre em segredo de justiça, só fosse despachado para o Supremo após a eleição. Ele só não contava que os documentos seriam vazados e que a verdade viria à tona”, disse o parlamentar.

 

A primeira reportagem da Folha, intitulada “Documento do Ministério Público classifica candidato em São Luís como investigado”, foi publicada no dia 7 de novembro, às 23h15. Dois dias depois, numa ação sem precedentes, Braide conseguiu, via juíza Cristiana de Sousa Ferraz Leite, da 76ª Zona Eleitoral do Maranhão, censurar a publicação. No mesmo dia ele faltou pela primeira vez de um debate entre os candidatos.

 

No dia 12 de novembro, a Folha rebateu a decisão da juíza e publicou uma certidão emitida pelo Ministério Público Federal (MPF) confirmando que Braide é alvo de uma investigação. Como consequência, a justiça acabou revogando a decisão que havia censurado reportagem do jornal. Porém, mesmo com os documentos publicados por um dos principais jornais do Brasil, o candidato Braide insiste em dizer em suas redes sociais que não é investigado.

 

“De um candidato a prefeito espera-se que não minta sobre nada, ainda mais sobre fatos graves que desabonam a conduta. Por que Braide não admite o que sabe e se explica aos ludovicenses? Ora, ele não faz isso porque sabe a gravidade das suspeitas”, completou Márcio Jerry.

Pesquisa DataIlha aponta empate técnico entre Braide e Duarte

Blog do Garrone – A TV Band divulgou, neste domingo (22), pesquisa de intenção de voto para prefeito de São Luís no 2° turno realizada pelo Instituto DataIlha. Eduardo Braide (Podemos) aparece na frente, mas o cenário agora é de empate técnico com Duarte Jr (Republicanos).

 

No cenário espontâneo, Braide aparece com 44,3%, enquanto Duarte Jr tem 38,3%. Brancos e nulos são 1,2% e não sabem ou não responderam somam 16,2%.

 

Já no cenário estimulado, Eduardo Braide mantém a liderança com 47%, enquanto Duarte Júnior alcança 41%. Brancos e nulos somam 7,1% e não sabem ou não responderam são 4,8%.

 

Considerando apenas os votos válidos, ou seja, sem brancos e nulos, Braide tem 53,4%, ao passo que Duarte Jr chega a 46,6%.

 

O levantamento foi feito entre os dias 16 e 17 de novembro e ouviu 1.080 eleitores de 44 bairros de São Luís. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos e o nível de confiança é de 95%. O registro na Justiça Eleitoral está sob o número MA-05682/2020.

São Mateus: Miltinho Aragão acusa Cefor de “tocar terror” nas eleições

- Coronel Rovélio candidato derrotado

– Coronel Rovélio, candidato derrotado

“Gravíssima”. Assim pode ser definida a nota assinada pelo prefeito de São Mateus, Dr. Miltinho Aragão (PSB), com relatos que marcaram o pleito que teve seu desfecho final no último domingo (15).

 

No comunicado, o chefe do executivo municipal que garantiu a eleição de seu vice Ivo Rezende como candidato a prefeito, afirmou que a empresa Cefor – Segurança Privada Ltda que tinha um de seus sócios como vice do candidato derrotado Rovélio, montou uma operação de guerra para tentar “salvar” o postulante da chapa oposicionista da derrota.

 

Na nota, Miltinho disse que a Cefor usou estrutura pesada às vésperas das eleições, como se a empresa de transporte de valores fosse enfrentar assaltantes de bancos na cidade. “Nossos eleitores não assaltantes de bancos, são pessoas de bem que se assustaram com toda essa estrutura de guerra, mas eles deram a respostas nas urnas”.

 

Além de armamento, colete a prova de bala, a Cefor também usou seguranças e muitas de suas viaturas, inclusive, carro-forte. O caso será comunicado às autoridades de justiça para avaliar eventuais abusos praticado pela empresa.

 

AGRESSÕES A FAMILIARES

 

Em vídeo, prefeito de São Mateus, Miltinho Aragão, afirmou que sua família foi agredida. Ele mostra marcas de espancamento no genro e fala que foram efetuados tiros na porta de sua casa por membros do Centro de Formação em Segurança Privada (CEFOR).

 

“Fui neste momento ameaçado ao chegar (em sua residência) para pedir a paz, pessoas estão ameaçando, inclusive pessoas ligadas ao Coronel Rovélio (Candidato à prefeitura de São Mateus)”, disse Miltinho Aragão.

Márcio Jerry: “E com Duarte venceremos pelo bem de São Luís”

Presidente do PCdoB Maranhão, o deputado federal Márcio Jerry reiterou no fim desta quarta-feira (18) o apoio de seu partido a Duarte Júnior (Republicanos) no segundo turno das eleições em São Luís. Ao longo do dia, Jerry esteve reunido com diferentes lideranças para debater estratégias de colaboração com a campanha do ex-secretário do governo Flávio Dino (PCdoB) na disputa contra Eduardo Braide (Podemos).

 

“O apoio do PCdoB ao Duarte no segundo turno seria igualmente ao Neto, ao Rubens, ao Bira, ao Jeisael e ao Yglesio, todos de partidos da base da gestão Flávio Dino. Mas quem o povo escolheu para enfrentar o Braide, de oposição ao governo, foi o Duarte.

 

E com Duarte venceremos, pelo bem de São Luís!”, destacou o presidente do partido.

 

Ontem pela manhã, Jerry se reuniu com o vice-prefeito Júlio Pinheiro – presidente municipal da sigla –, além dos vereadores Astro de Ogum, Concita Pinto, Fátima Araújo, Marcelo Poeta e Paulo Vitor. À noite, o deputado e o vereador reeleito para o sexto mandato, Astro de Ogum, também estiveram na Vila Palmeira em um grande ato em apoio a Duarte, convocando o engajamento de centenas de lideranças comunitárias à campanha.

 

Em nota divulgada na terça, a direção do PCdoB afirmou que “Duarte integrou o governo Flávio Dino, desempenhando com muita capacidade e dinamismo suas funções. Reúne condições de ser um prefeito capaz de aplicar o programa defendido pelo PCdoB voltado para o atendimento das necessidades do nosso povo e a construção de uma cidade cada vez melhor para todos”.

 

Duarte foi eleito deputado estadual em 2018 pelo próprio PCdoB. Atualmente ele é filiado ao partido que tem como principal figura no estado o vice-governador Carlos Brandão.

Dr. Julinho vence no TRE e termina de enterrar Eudes Sampaio

Maramais – Durante sessão desta terça-feira (17), o prefeito eleito de São José de Ribamar, Dr. Julinho (PL), impôs mais uma derrota a dupla Eudes Sampaio (PTB) e Luís Fernando, que tentavam, de toda maneira, tirar a vitória popular conquista nas urnas por Julinho no último domingo (15).

 

Ao julgar o recurso que analisava o registro de candidatura de Dr. Julinho, os desembargadores José Joaquim, José Gonçalo e Tyrone José  Silva votaram contra o pedido de indeferimento de Dr. Julinho, garantindo ao médico, mais uma vitória, desta vez, no TRE.

 

Com a decisão, Dr. Julinho segue eleito pelo povo e deferido pela Justiça.

Fábio Braga, Betel Gomes e Socorro Waquim assumirão na AL em janeiro

– Fábio Braga entrará na vaga de Fernando Pessoa que foi eleito prefeito de Tuntum

O resultado da eleição deste ano em alguns municípios do Maranhão trará algumas mudanças na composição de bancadas partidária na Assembleia Legislativa a partir de janeiro de 2021.

 

O motivo das mudanças é que três deputados estaduais atualmente no exercício dos mandatos lograram êxito na disputa eleitoral.

 

Em Santa Inês, o deputado Felipe dos Pneus (Republicanos) elegeu-se prefeito numa disputa contra Valdevino Cabral (PL). O republicano obteve 21.759 votos (ou 50,48%), contra 18.766 (43,54%) do seu principal adversários.

 

Estavam na disputa, ainda, Padre Nelcino (PSDB), que terminou com 1,75% dos votos; Ribamar Alves (MDB), que ficou com 1,52%; Creusa (PSL), terminou com 1,26%; Joe Rodrigues (DC), 0,86%; e Lindenberg Braga (PSD), 0,85%.

 

Com a saída do deputado, que assumirá o comando da prefeitura no dia 1º de janeiro, assume uma vaga na Assembleia a primeiro suplente, Betel Gomes, que concorreu em 2018 pelo PRTB, mesmo partido de Felipe dos Pneus na ocasião.

 

Na região central do Maranhão elegeram-se os outros dois prefeitos que abrirão vagas na Casa. Em Tuntum, venceu o pleito o deputado Fernando Pessoa, do Solidariedade. Ele obteve 55,14% dos votos num embate direto contra Dida do Tio Luís (PSB), que ficou com44,86%. Nesse caso, assuma uma cadeira na Assembleia o suplente Fábio Braga (Solidariedade).

 

Já em Barra do Corda a eleição foi vencida pelo deputado Rigo Teles (PL), que obteve 24.034 votos (56,20%). O segundo colocado na disputa foi Gil Lopes, do PCdoB, com 41,86%. E Adão Nunes (PSL) obteve apenas 1,94%.

 

A suplente de Rigo que ganha a vaga na Assembleia é Socorro Waquim, do MDB, que já está no exercício do mandato em virtude de uma licença do deputado Roberto Costa (MDB). Assim, ela deixa o mandato por alguns meses, até a posse do novo prefeito de Barra do Corda, e reassume no ano que vem.

 

De saída – Além de Waquim, quem também está de saída do mandato temporário é a suplente Valéria Macedo, do PDT.

 

Ela havia assumido na vaga de Neto Evangelista (DEM), que tirou licença para se dedicar à campanha eleitoral na capital. O democrata, contudo, terminou o pleito na terceira colocação, fora do 2º turno, e retomará a s atividades legislativas.

 

Outra mudança ocorre, ainda, na mesma coligação da qual fazem parte Rigo Teles e Socorro Waquim. Com a assunção da emedebista ao posto de deputada, o primeiro suplente seria Léo Cunha, atualmente no PL. Mas este também se elegeu prefeito, na cidade de estreito. Portanto a primeira suplência acabou nas mãos da ex-deputada Andrea Murad, hoje filiada ao PSDB.

Genival Alves recebe apoio das mulheres de São Luís e realiza grande caminhada no Turu

Faltando menos de uma semana para o pleito em São Luís, o vereador e candidato a reeleição, Genival Alves (Republicanos – nº 10.555), promoveu, neste último fim de semana, mais uma produtiva e vitoriosa agenda de campanha.

 

Genival participou de um grande Encontro com as Mulheres de São Luís, oportunidade na qual recebeu manifestações de apoio e carinho e ratificou, mais uma vez, o seu compromisso de continuar trabalhando para garantir os direitos do público feminino.

 

Na reunião, que contou com as presenças de lideranças comunitárias de vários bairros e de representantes da Força Jovem Feminina, o parlamentar recebeu sugestões de ações em benefício das mulheres.

 

De acordo com Genival, lutar pelo público feminino, garantindo novas políticas públicas, não é apenas uma obrigação.

“Trata-se de um compromisso que tenho com as mulheres de São Luís, que tanto nos ajudam a continuar trabalhando no caminho certo objetivando fazer uma cidade mais justa e desenvolvida”, disse.

 

Acompanhado por centenas de apoiadores, Genival também participou de animada caminhada que percorreu as ruas do Turu, Divinéia e Vila Luizão.

 

O vereador foi muito bem recepcionado pelos moradores, que reconheceram o seu trabalho em prol da região.

 

“Se nós temos ruas asfaltadas, vias com drenagem, o que fez com que os alagamentos acabassem, devemos isso ao esforço do vereador Genival”, comentou a comerciante Ana Alice Silva, moradora da Luizão.

Paula Azevedo garante subsídio da lei Aldir Blanc a grupos culturais de Paço do Lumiar

O trabalho de Paula Azevedo(PCdoB), prefeita e candidata à reeleição em Paço do Lumiar se destacou novamente no cenário da Grande Ilha e fez do “Lume” o único município da região a garantir a adesão de pequenos grupos culturais locais ao programa de subsídio da lei Aldir Blanc, do Ministério da Cultura. O benefício do governo federal é destinado aos movimentos artísticos coletivos com pelo menos dois anos de atuação comprovada,  que foram impossibilitados de executar suas atividades durante a pandemia do novo Coronavírus.

 

O cadastro para receber o subsídio aconteceu entre os dias 15 de julho e 30 de outubro e agora, os grupos cadastrados poderão realizar a assinatura do termo de adesão ao programa no escritório da Secretaria Municipal de Cultura Esporte e Lazer de Paço do Lumiar(SEMCEL), no centro administrativo municipal, no Tambaú. Além dessa iniciativa, em 2020  a gestão de Paula Azevedo elegeu o conselho municipal de cultura luminense e pela primeira vez organizou Lives de apresentações culturais por meio da internet durante o período junino.

 

O secretário municipal de cultura de Paço do Lumiar, Jocileno Golvêa, explicou que o subsídio oferecido pela lei Aldir Blanc vai garantir a continuidade de grupos que representam a identidade cultural de Paço do Lumiar: “Nosso município possui muitas manifestações culturais oriundas de comunidades carentes, que dependem do que fazem para se manter, por isso,  desde o começo nós e a prefeita Paula não medimos esforços para garantir esse benefício aos nossos representantes culturais mais humildes, que carregam o DNA e a identidade do nosso município”, explicou.